jusbrasil.com.br
5 de Março de 2021

Dilma monitorava Moro pela ABIN

A mando de Dilma, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) estaria monitorando Sérgio Moro

Carlos Paiva, Advogado
Publicado por Carlos Paiva
há 5 anos

A decisão do magistrado estava tomada. Lula seria preso antes de ser nomeado ministro e obter a prerrogativa de foro privilegiado

Foi quando chegou ao conhecimento de Moro a informação de que a prisão de Lula já havia sido comunicada ao Palácio do Planalto.

Dilma então tomou providências urgentes para frustrar o cárcere do ex-presidente, publicando um decreto extraordinário no diário oficial efetivando a nomeação do Lula para o cargo de Ministro-Chefe da Casa Civil.

A partir daí, o petista já estaria gozando das prerrogativas inerentes ao cargo, mais precisamente o foro privilegiado.

Diante da situação e indignado com a atuação criminosa da presidente da República, o juiz resolveu quebrar o sigilo do processo e dar publicidade, como de fato foi feito.

(reprodução do Jornal da Cidade)

FONTE diariodobrasil

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Sério Moro deve ter pensado "Talvez eu sofra um processo administrativo? Sim... Mas terá valido a pena!" continuar lendo

Cada vez mais acontecimentos que envergonham o Brasil e creditam sua produção, sua construção ao governo e seu séquito.

A partir dessa noticia, se confirmada, que o encontrado pelas diligências da Polícia Federal, foram restos esquecidos nos locais de busca e apreensão, ou pior, coisas deixadas propositalmente para causar apenas celeuma pública, enquanto o ex presidente, durante os "fogos" dar o seu tiro certeiro para voltar ao poder, não mais pelos bastidores, mas de peito aberto no cargo de ministro.

A impressão que se têm, é que o PT está executando um plano de poder, de dominação, de querer transformar o Brasil em algo semelhante à Venezuela,

Há uma matéria sobre a declaração de Maduro:

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/03/maduro-apoia-dilmaelula-contra-golpe-no-brasil.html
[...] "Há um golpe de estado midiático e judicial contra a presidente Dilma Rousseff e contra Lula da Silva, líder do Brasil e da nossa América", disse Maduro de forma enérgica no Palácio de Miraflores."

Conforme a Revista Época: http://revistaepoca.globo.com/tempo/noticia/2011/12/trajetoria-de-dilma-da-guerrilha-ao-poder.html

A presidente Dilma, com seu passado de envolvimento em" guerrilha ", [...] em Belo Horizonte, quando ingressou em organizações da luta armada contra o regime militar, até sua eleição para o Palácio do Planalto, no ano passado. A vida quer é coragem (Editora Primeira Pessoa) [...]

Depreende-se, que a aparentemente frágil e cheia de enganos frente às suas entrevistas, é uma habilidosa maneira de se fazer julgá-la (a presidente) desta maneira: ela não é perigosa/forte/militante, não sendo obrigatoriamente uma verdade. Reforça esta ideia o enfrentamento ao povo brasileiro, embora todos os contrários, empossando, como previamente ajustado, o Ministro da Casa Civil, seu"companheiro"de há muito.

Todo esse alarido criado na mídia, isso sim, pode ser interpretado como"golpe para alcançar o poder", e não as decisões do Juiz Moro, que certas ou erradas poderão ser contestadas legalmente.

Enquanto a mídia fica"fofocando" o material arrebanhado pela Polícia Federal, seguem a passos largos a marcha rumo ao poder. Pelas declarações do ex presidente, ele estará concorrendo à presidência da república no próximo pleito, consumando assim o seu plano de poder.

Parece que em brave só restará dizer: Pobre povo brasileiro, pobre Brasil! Espera-se que não, que aqueles que detêm atualmente condições de rechaças tais acontecimentos o façam com todas suas forças e possibilidades. continuar lendo

Táticas típicas da ditadura são empregadas diariamente pelo PT!!!!! continuar lendo